Home Saúde Ambulâncias rodaram mais de 860 mil quilômetros em 2018
Ambulâncias rodaram mais de 860 mil quilômetros em 2018 PDF Imprimir E-mail
Seg, 14 de Janeiro de 2019 15:41

Patrícia Cavalini

Os veículos que fazem o transporte de pacientes de Santa Adélia percorreram 867.208 quilômetros em busca de atendimento para os santa-adelienses em 2018.

“Tratamentos de média e alta complexidade são oferecidos em hospitais referenciados que estão bem perto, como Catanduva, por exemplo, ou centros mais distantes, como São Paulo e Araçatuba”, apontou Fabrício Franco, secretário de Saúde.

Neste ano, foram feitas 2.739 viagens, que transportaram 13.899 pacientes e acompanhantes. Foram 672.390 quilômetros rodados e 72.987 litros de combustíveis. São 17 veículos que levaram os pacientes para Barretos, São José do Rio Preto, Novo Horizonte, Campinas, Botucatu, Ribeirão Preto, Jales, Tanabi, Bauru, Fernandópolis, Monte Azul Paulista, Marília, Américo Brasiliense, Araraquara, Jaú, São Carlos, Jaci, Taquaritinga, São Paulo, Votuporanga e Sorocaba.

No distrito de Botelho, também há o transporte de pacientes. Foram 1.446 viagens para 3.725 pacientes e acompanhantes. Quatro veículos rodaram 194.818 quilômetros para as cidades de São José do Rio Preto, Santa Adélia, Catanduva, Barretos, Marília e Bauru.

Uma das principais preocupações do prefeito Guilherme Colombo da Silva, que acompanha o trabalho realizado para o transporte dos pacientes, é garantir a segurança e o conforto de quem precisa fazer estas viagens. “Estamos sempre atentos às condições dos veículos para que os pacientes, que já vivem o desconforto da doença, percorram estas distâncias sentindo-se seguros e bem cuidados”, disse o prefeito.

Segundo Guilherme, os veículos passam por revisões periódicas que garantem seu bom funcionamento e a segurança dos que os dirigem e dos que viagem neles. “Também estamos sempre procurando atualizar a frota que serve a estes pacientes e procurando adquirir veículos mais modernos, seguros e confortáveis”, garantiu.