Home Social Assistência Social dá continuidade à campanha contra o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes
Assistência Social dá continuidade à campanha contra o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes PDF Imprimir E-mail
Ter, 04 de Junho de 2019 08:20

Campanha 18 de Maio 1

Patrícia Cavalini

Durante todo o mês de maio, o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) Gessy Mota Formigoni, o Fundo Social de Solidariedade e a Secretaria Municipal do Bem Estar Social atuaram na conscientização e prevenção ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. As ações foram voltadas para adultos, crianças, adolescentes e idosos.

Os professores das redes municipal e estadual de ensino receberam a psicóloga do CRAS, Joana Ercolin Teixeira, que falou sobre o que caracteriza um abuso sexual e a exploração sexual; quais os sinais que crianças e adolescentes dão quando passam por essas situações; os índices alarmantes de abuso e exploração no Brasil; quais medidas podem ser tomadas para prevenir; e como denunciar os casos, mesmo que sejam apenas suspeitas. Além disso, pais dos alunos de algumas escolas da rede municipal também assistiram à palestra da psicóloga.

As crianças que participam do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), além de crianças de escolas do município, participaram de atividades elucidativas sobre o assunto. De forma apropriada à idade das crianças, a oficineira Letrícia Terebelli e a psicóloga Joana falaram sobre a importância de preservar o próprio corpo; sobre quais os gestos e toques os adultos não podem ter em relação às crianças; a importância de falar sobre quaisquer atitudes estranhas de adultos aos pais ou responsáveis, entre outros aspectos.

Os adolescentes do grupo Jovens em Ação participaram de uma ação na rua XV de Novembro para informar aqueles que passavam de carro ou a pé sobre a campanha.

Os idosos que estão incluídos no SCFV também foram informados e alertados sobre a relevância de estarem atentos aos sinais de netos, sobrinhos ou quaisquer outras crianças próximas.

Os beneficiários dos programas de transferência de renda também receberam palestra informativa e um jornal didático sobre o tema. A fala também ficou por conta da psicóloga Joana, que trabalhou um material específico adquirido no início da campanha para que as ações fossem ainda mais efetivas.

“A Campanha de 18 de Maio é sempre muito importante e esse ano levamos mais informações para adultos, em especial aos professores que estão, muitas vezes, mais tempo com as crianças do que as próprias famílias. Agradeço Às equipes da Assistência Social e Educação por estarem dispostos com essa causa. Fico bastante grata também pelo apoio do nosso Executivo, que nos permite realizar campanhas como essa, com materiais especiais mesmo em tempos tão difíceis para os municípios”, disse a secretária do Bem Estar Social, Marcela Alvares.

Campanha 18 de Maio 2

Campanha 18 de Maio 3