Home Administração Câmara devolve mais de R$ 182 mil para Prefeitura
Câmara devolve mais de R$ 182 mil para Prefeitura PDF Imprimir E-mail
Qua, 03 de Janeiro de 2018 13:47

Gislaine Sampaio

O presidente da Câmara Municipal de Santa Adélia, José Eduardo Aguiar, entregou ao prefeito Guilherme Colombo da Silva um cheque simbólico no valor total de R$ 182.750,83.

O valor refere-se à devolução do duodécimo, repasse anual feito pelo Executivo ao Legislativo, conforme determina a lei.

Cabe também à Câmara sugerir onde o valor devolvido deverá ser aplicado e o presidente Aguiar, com o apoio de seus pares e a concordância do prefeito Guilherme, apontou o repasse para a Santa Casa de Santa Adélia. Segundo o prefeito Guilherme, no final de novembro foram repassados R$ 150 mil e o valor foi imediatamente usado para ajuda de custeio e outras despesas da Santa Casa. “Foi uma ação conjunta do Legislativo e do Executivo para ajudar uma instituição de grande importância para nossa cidade”, disse Guilherme.

O presidente da Câmara disse que a gestão responsável da Casa de Leis pôde permitir ajudar a Santa Casa. “Foi uma devolução antes do prazo previsto e que nos deu grande satisfação para colaborar com a Santa Casa e manter suas portas abertas”, apontou o presidente.

O valor repassado foi bem-vindo. “É uma ajuda essencial para fazermos frente às necessidades da Santa Casa. Somos muito gratos pelo apoio e sensibilidade que o Legislativo e o Executivo demonstraram pela Santa Casa”, afirmou Aderson Senson, presidente.

A Santa Casa conta ainda com o apoio de toda a comunidade. Um grupo de voluntários comprou uma moto CG 125 Fan, no valor de R$ 7,9 mil, e fez uma rifa com mil números no valor de R$ 30 cada. A venda, segundo os voluntários, foi surpreendente e o sorteio ocorreu ontem, pela Loteria Federal.

Para o prefeito Guilherme o valor devolvido pela Câmara denota a responsabilidade com que os recursos foram tratados pelo Legislativo. “Sempre priorizamos a responsabilidade com a coisa pública e os vereadores têm demonstrado que atuam alinhados com esta nossa filosofia, zelando e economizando o dinheiro do contribuinte e permitindo que ele seja aplicado para atender suas necessidades”, avalia Guilherme.

O duodécimo é o orçamento anual, previsto pela Lei Orçamentária Anual do Legislativo, que, como o próprio nome diz, é pago em doze parcelas e é usado para fazer frente às despesas com salários dos servidores e vereadores, inclusive dos encargos, compra de material de consumo e pagamento de serviços terceirizados, dentre outros. Quando o Legislativo gasta menos do que o previsto, o dinheiro é devolvido aos cofres municipais.