Home Administração Delegacia do Serviço Militar de Catanduva encerra atividades; Santa Adélia passa a responder a Ribeirão Preto
Delegacia do Serviço Militar de Catanduva encerra atividades; Santa Adélia passa a responder a Ribeirão Preto PDF Imprimir E-mail
Seg, 17 de Fevereiro de 2020 10:18

Guilherme e Paulo Rubio 2

Patrícia Cavalini

O prefeito Guilherme Colombo da Silva recebeu essa semana o secretário da Junta do Serviço Militar de Santa Adélia, Paulo Roberto Caprioti Rubio. O motivo da reunião foi explicar ao prefeito algumas alterações que o Serviço Militar teve, já que a Delegacia do Serviço Militar de Catanduva, a qual Santa Adélia pertencia, encerrou suas atividades no final de 2019.

Segundo o secretário, o município agora está ligado a Delegacia do Serviço Militar de Ribeirão Preto, que atende 119 municípios. “O atendimento aqui na Junta continua igual, já estamos realizando o alistamento dos jovens que completam 18 anos em 2020 e também para aqueles que perderam o prazo. Mas alguns outros serviços podem demorar um pouco mais, como a emissão da segunda via”, explicou Paulo.

O secretário informa que ele consegue emitir o documento na hora, mas o mesmo deve ser enviado ao responsável pela Delegacia do Serviço Militar para ser assinado. “Além de a distância ser maior, o número de municípios atendidos pela mesma Delegacia cresceu, aumentando também a demanda, o que faz, por exemplo, que a segunda via demore de 20 a 40 dias para ficar pronta”, contou o secretário.

O prefeito Guilherme disse que a Junta do Serviço Militar de Santa Adélia tem todo o respaldo da Prefeitura, mas que há casos, como esse da emissão da segunda via, que não há o que fazer, deve-se respeitar o prazo, já que é subordinada a um órgão maior. “Pedimos então que todos tomem cuidado com a reservista. É um documento que pode ser guardado em casa, em segurança, não há necessidade de colocá-lo na carteira, por exemplo. Assim, quando requisitado, ele estará em local seguro e de acesso. Caso precise da segunda via, pedimos paciência e compreensão, já que não depende exclusivamente da Junta de Santa Adélia”, disse o prefeito.