Home Administração Patrimônio público tem sido constante alvo de vândalos
Patrimônio público tem sido constante alvo de vândalos PDF Imprimir E-mail
Seg, 12 de Agosto de 2019 16:13

Praca Wilson Hercolin

 

Patrícia Cavalini

Locais e prédios públicos de Santa Adélia têm sido atacados constantemente por vândalos nos últimos meses. O mais recente foi a praça Wilson Hercolin, no Jardim Zanqueta, essa semana, que teve sua caixa de energia, onde ficam os disjuntores, violada e depredada, o que ocasionou a falta de iluminação.

A Prefeitura fez o reparo no dia seguinte, mas no mesmo dia do reparo, os vândalos atacaram novamente a caixa de energia. "Assim, a Prefeitura teve que fazer mais reparos, demandando mais tempo dos servidores e mais gastos que não estavam previstos. Esses atos são atitudes imperdoáveis de quem não tem o mínimo de educação e respeito pelo patrimônio que é de todos. Essas ações trazem prejuízos a população que fica sem o serviço e para os cofres públicos, pois temos que gastar para consertar os danos", disse o prefeito Guilherme Colombo da Silva.

Além da energia da praça Wilson Hercolin, nos últimos meses vândalos atacaram as praças Anuor Nahes e Adhemar de Barros; dezenas de metros de cabos elétricos e a caixa de energia de um dos poços da rede de abastecimento de água foram furtados; e também ocorreu furto de cabos no estádio municipal.

Guilherme pede à população para ajudar a vigiar os prédios públicos, porque cada centavo que é gasto para recuperar algo que foi depredado deixa de ser investido no que a cidade realmente precisa. "Deixamos de investir em algo novo para reparar o patrimônio atacado por esses vândalos", salienta o prefeito.

De acordo com o Código Penal Brasileiro praticar depredação em patrimônio pertencente à União, Estados, Município é considerado crime de Dano Qualificado, previsto no artigo 163. Se o autor for preso em flagrante poderá pegar pena de até três anos de detenção além de ter que pagar uma multa relativa ao dano praticado.

Praca Wilson Hercolin 2