BannerMunicipioVerdeAzul

Home Meio-Ambiente Prefeitura prioriza uso de etanol para diminuir emissão de gás carbônico
Resolução conselho municipal de meio ambiente Guia de Arborização Urbana
Prefeitura prioriza uso de etanol para diminuir emissão de gás carbônico PDF Imprimir E-mail
Seg, 17 de Setembro de 2018 19:30

A Prefeitura de Santa Adélia possui 35 veículos flex, que nada mais são que veículos que recebem dois tipos de combustível: gasolina e etanol. Mas para ajudar na qualidade do ar e na preservação do meio ambiente, a Prefeitura recomenda o uso de etanol.

Foram elaborados dois decretos. O nº 2408 de 14 de julho de 2017 que dispõe sobre a aquisição de veículos bicombustíveis quando da renovação da frota. Assim, todos os novos veículos adquiridos poderão usar o etanol. O outro decreto, nº 2406, de 03 de julho de 2017, dispõe sobre a obrigatoriedade de abastecimento com etanol dos veículos tipo flex da frota municipal.

Os decretos são de 2017, mas não tem prazo de validade. No início deste ano, os responsáveis reforçaram o uso do etanol, e a medida continua em vigor.

Os 35 veículos flex, percorrem, por mês uma média de 40 mil quilômetros. Se estivessem abastecendo com gasolina, iam emitir cerca de 100 toneladas de CO2 na atmosfera. Mas abastecendo com etanol, eles estão emitindo apenas 28 toneladas de CO2. Isto é, a Prefeitura está deixando de liberar por volta de 75 toneladas de CO2 por mês, somente com esta medida de trocar a gasolina por etanol.

Então, desde que o decreto entrou em vigor, em julho do ano passado, já foram deixados de lançar na atmosfera 600 toneladas de CO2.

O setor de Licitação também já está ciente da medida, e nas próximas compras, os veículos serão flex. Além da população, que gostou da medida e está seguindo o exemplo da Prefeitura.

Segundo dados IEA (Agência Internacional de Energia), a utilização de etanol produzido através da cana-de-açúcar reduz em média 89% a emissão de gases responsáveis pelo efeito estufa – como dióxido de carbono (CO2), metano (CH4) e óxido nitroso (NO2) – se comparado com a gasolina.

O efeito estufa causa elevação da temperatura do planeta, o que contribui ao derretimento das calotas polares e consequentemente, o aumento do nível dos oceanos e maior propensão do planeta a fenômenos como tufões, furacões e maremotos. A emissão de alguns gases por combustíveis fósseis tem sido um dos grandes causadores do aumento do efeito estufa, sendo por isso mais vantajoso a utilização de biocombustíveis como o etanol.