Home Saúde Saúde realizou mais de 95 mil atendimentos em 2018
Saúde realizou mais de 95 mil atendimentos em 2018 PDF Imprimir E-mail
Ter, 08 de Janeiro de 2019 14:36

Patrícia Cavalini

São diversos os sintomas que levam os pacientes a procurar atendimento nas Unidades Básicas de Saúde de Santa Adélia.

A cidade tem seis postos, dois deles no distrito de Botelho, e conta com profissionais qualificados e preparados para dar a atenção imediata e necessária para os casos que chegam diariamente.

Há cinco médicos que atendem a chamada clínica geral. “Por eles passam os pacientes que procuram os postos espontaneamente. Após a consulta, o clínico decide se precisa fazer o encaminhamento para o especialista ou se o atendimento ali é suficiente para que o paciente restabeleça sua saúde”, explica o secretário Fabrício Franco.

São dois ginecologistas/obstetras, um cardiologista, um gastroenterologista, uma dermatologista e um pediatra que fazem o atendimento na rede municipal. Os demais casos são encaminhados para o centro de referenciamento que, na nossa região, é Catanduva. “Dependendo da complexidade do atendimento, temos encaminhamentos para outros centros, tais como Campinas, Ribeirão Preto ou São José do Rio Preto, por exemplo”, aponta o secretário.

Os números impressionam. Em 11 meses de 2018 – de 1º de janeiro a 30 de novembro, foram 25.830 consultas na Atenção Básica. Outro dado importante é o número de exames laboratoriais básicos realizados, 31.916. “Importante destacar que são exames feitos na cidade, sem a necessidade do paciente se locomover para Catanduva”, aponta o secretário.

A Secretaria também informou que foram realizados 316 exames específicos para o diagnóstico de doenças do coração (ecocardiogramas), do aparelho digestivo (69 endoscopias) e 182 ultrassonografias.

Também foram feitas 553 consultas de pré-natal; 1.870 administrações de medicamentos; 3.112 testes de glicemia; 8.936 consultas com profissionais de nível superior, como nutricionista, psicóloga, entre outros; 16.143 aferições de pressão arterial; 184 próteses dentárias; e 168 inalações.

Ao longo do ano foram mais de 95 mil atendimentos, incluindo 6.072 na fisioterapia, um importante serviço prestado à população e que neste ano ganhou novo espaço, proporcionando mais conforto e bem estar aos pacientes. “Consideramos que o ano foi produtivo e conseguimos alcançar os objetivos. Além do empenho de todos que trabalham na Saúde de Santa Adélia, acreditamos que o olhar do prefeito Guilherme Colombo da Silva foi decisivo para que tenhamos resultados tão expressivos”, avalia Fabrício.

Para o prefeito, a Saúde é primordial em seu governo. “Saúde é coisa séria e precisamos sempre ter atenção especial. O que procuramos fazer é dedicar também recursos e energia para a prevenção, pois ela garante que tenhamos mais qualidade de vida para a população. Esperamos poder continuar fazendo o nosso melhor para que os moradores de Santa Adélia possam ter saúde”, afirmou Guilherme.