Home Administração Santa Adélia está entre as 50 cidades do Brasil com melhor acesso a saneamento básico
Santa Adélia está entre as 50 cidades do Brasil com melhor acesso a saneamento básico PDF Imprimir E-mail
Seg, 02 de Julho de 2018 20:05

Patrícia Cavalini

Santa Adélia está entre as 50 cidades do Brasil, com até 50 mil habitantes, com melhor acesso a saneamento básico. O município ocupa a 50ª colocação no ran¬king e está classificado na categoria “Rumo à Universalização”. O estudo foi realizado pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes).

Santa Adélia atingiu 489,22 no quadro geral sendo 100 pontos para coleta de resíduos sólidos e destinação adequada de resíduos sólidos, respectivamente.
Abastecimento de água e coleta de esgoto, 98,99. No tratamento de esgoto a nota atingida é 91,24. Nesta categoria, a nota máxima atingida é 500 pontos.

“A categoria de pontuação mais alta (Rumo à Universalização) possui os melhores indicadores, em todos os serviços. A pontuação média da categoria é de 494,35 pontos. Apenas 51 munícipios do país alcançaram esse escore, dentre os municípios desses portes. Na categoria abaixo (Compromisso com a Universalização), o serviço menor pontuado é a coleta de esgoto (88,41%). A média desta categoria é de 468,52 pontos. Em Empenho para a Universalização, categoria que concentra mais de 60% dos municípios ranqueados dessa categoria, o serviço menos presente é o tratamento de esgoto (43,97%). E em Primeiros Passos para a Universalização, apenas 6,68% dos resíduos sólidos produzidos por esses municípios recebem destinação adequada”, informa o estudo.

De 1.894 cidades avaliadas, 1.613 ou 85% do total ainda estão longe de oferecer saneamento básico para toda a população. Somente 80 cidades, cerca de 15%, entre elas Santa Adélia, atingiram a pontuação para serem classificados na categoria mais alta – Rumo à Universalização. O levantamento reuniu os últimos dados disponibilizados pelo Sistema Nacional de Informações de Saneamento, do Ministério das Cidades.

“Este estudo é importante porque fez uma análise completa dos municípios e mostrou o compromisso com o saneamento básico. A apresentação dos resultados estimula que as prefeituras cobrem seus governantes. Santa Adélia ficou muito orgulhosa de estar presente no Ranking e dentro dos indicadores da Abes. Temos o compromisso para investir no saneamento e preservar a saúde da população”, afirmou o prefeito Guilherme Colombo da Silva.

“Onde tem rede de saneamento, a doença vai embora. Esgoto tratado e água limpa representam saúde para a população. Por isso, seguimos atentos a nossa rede de água e esgoto para continuar oferecendo um serviço de qualidade para os santa-adelienses”, finalizou Guilherme.