Home Social Santa Adélia realiza pré-conferência de Assistência Social
Santa Adélia realiza pré-conferência de Assistência Social PDF Imprimir E-mail
Seg, 15 de Maio de 2017 15:46

Prefeito Guilherme, vice Junior, secretárias Marcela e Sandra, primeira-dama Jucieli e participantes da primeira pré-conferência de Assistência Social

Patrícia Cavalini

A Secretaria Municipal do Bem-Estar Social realizou no dia 8 de maio, a primeira pré-conferência de Assistência Social.

Com a participação do prefeito Guilherme Colombo da Silva, do vice-prefeito Junior Formigoni, da secretária do Bem-Estar Social Marcela Alvares, da presidente do Fundo Social de Solidariedade Jucieli Costa, da secretária da Educação Sandra Simon, do vereador Flávio Pinheiro, e de representantes de entidades e da pasta do Social, a reunião teve como tema “Garantia de Direitos no Fortalecimento do SUAS”.

O SUAS foi criado em 2005, portanto, passaram-se 12 anos de sua implementação e de luta por sua consolidação. Essa consolidação passa, inevitavelmente, pelo reconhecimento, por parte dos poderes Legislativo e Executivo, dos secretários de governo e de toda a comunidade sobre a importância dessa política pública. Com isso, é necessário que todos reconheçam que a garantia dos serviços da assistência social é obrigação da União, dos Estados e Municípios e direito de todo cidadão, independente de renda. Assim como saúde e educação.

“Nesse sentido, as conferências municipais, estaduais e nacional são instrumentos para que todos reflitam sobre os temas pertinentes à assistência social e para que aqueles que ainda não tem familiaridade com a área passem a conhecê-la e tornar-se defensores do fortalecimento de políticas sociais cada vez mais efetivas, ou seja, para que cada um aqui e outras pessoas que participarem das pré-conferências e da Conferência Municipal, sejam pessoas que lutarão por ações cada vez mais efetivas de prevenção e superação de vulnerabilidades”, disse a secretária do Bem-Estar Social, Marcela Alvares.

“Santa Adélia avançou muito para que a assistência social fosse reconhecida no município, como a construção do CRAS e consequente divisão dos setores que englobam a rede SUAS, em que órgão gestor, CRAS e Fundo Social trabalham em prédios específicos. Avançou muito também no que diz respeito a garantir aos cidadãos o acesso aos programas de transferência de renda, como o Bolsa Família e o Renda Cidadã, é um município de referência no que tange à organização do Cadastro Único, que é porta de ingresso obrigatória para os programas sociais e concessão de benefícios emergenciais, como a cesta básica”, contou Marcela.

Cristiane Raydan, colaboradora da assistência social do município e defensora da consolidação dos direitos sociais, explicou aos presentes como funciona a dinâmica da Assistência Social enquanto direito de todos. O debate teve grande participação dos presentes, que trocaram ideias e experiências, além de levantar sugestões.

Além desta, a Secretaria do Bem-Estar Social fará outra pré-conferência com os usuários do SUAS. Será realizada no dia 05 de junho, às 19h30, no Salão Paroquial. A VI Conferência Municipal de Assistência Social acontecerá no dia 08 de junho, às 8h, na Câmara Municipal.