piloto_floresta_urbana.jpg

Home Educação Servidores e motoristas da Educação participam de curso de primeiros socorros
Servidores e motoristas da Educação participam de curso de primeiros socorros PDF Imprimir E-mail
Seg, 22 de Julho de 2019 11:03

Curso primeiros socorros servidores e motoristas

Patrícia Cavalini

No dia 16 de julho, foi a vez dos servidores e motoristas da Educação participarem da capacitação em primeiros socorros. Nas semanas anteriores, professores e direção das escolas municipais já haviam recebido o treinamento.

A capacitação, realizada na escola municipal Adelino Honorato Bertolo, foi ministrada por profissionais do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de Catanduva, e não teve custos para o município, foi totalmente gratuito.

O curso foi aplicado com teoria e prática em atendimento de urgência e primeiros socorros às crianças e bebês que são o público atendido pelas escolas e creches de Santa Adélia.

Todos os profissionais que trabalham com educação devem passar por esta capacitação até o final do ano. É o que prevê a lei nº 13.722/2018, conhecida como lei Lucas, sancionada em 2018, e que determina que instituições públicas e privadas da educação básica capacitem professores e funcionários para prestar primeiros socorros. A proposta foi criada para homenagear o estudante Lucas Begalli Zamora, de 10 anos, que em 2017 faleceu após engasgar durante um passeio promovido pela escola.

“Como todos devem ter, a Prefeitura e a Secretaria da Educação se uniram e ofereceram, gratuitamente a todos os profissionais da nossa rede municipal, este curso. Assim estamos cumprindo a lei, além de oferecer mais segurança aos nossos alunos, já que todos estarão capacitados e orientados para agir em situações de desmaios, engasgamentos, lesões, entre outras”, disse a secretária da Educação Sandra Simon.

“Este trabalho é muito importante, pois é uma faixa etária onde o imprevisível pode acontecer e capacitar os professores e funcionários para enfrentar estes imprevistos é também uma forma de melhorar a qualidade dos trabalhos ofertados pela educação”, finalizou a Secretária.