Home Social Social participa de capacitação sobre Educação Financeira para beneficiários de programas sociais
Social participa de capacitação sobre Educação Financeira para beneficiários de programas sociais PDF Imprimir E-mail
Qui, 11 de Outubro de 2018 15:25

Patrícia Cavalini

Nos dias 26, 27 e 28 de setembro a secretária do Bem Estar Social e gestora do Programa Bolsa Família Marcela Alvares acompanhada da coordenadora do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) Gessy Mota Formigoni, Cristiane Raydan, participaram da capacitação para aplicação da metodologia “Educação Financeira: dando um jeito na vida financeira”. A capacitação foi realizada em Brasília e foi completamente custeada pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

Santa Adélia foi selecionada para participar da capacitação pelo bom trabalho que vem realizando na área da proteção social básica, aspecto que muito orgulha a Gestão Municipal e a Secretaria do Bem Estar Social.

De acordo com informações do próprio MDS essa iniciativa vai incentivar a reflexão e a troca de ideias sobre práticas de Educação Financeira para mais de 200 mil mulheres beneficiárias do Bolsa Família e demais usuários do Sistema Único da Assistência Social (SUAS). Fruto da parceria com a Associação de Educação Financeira do Brasil (AEF-Brasil), conta com o financiamento do Banco Mundial e da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

A capacitação visou reproduzir com os participantes do evento as oficinas que deverão ser realizadas com as usuárias do SUAS. Serão três encontros oferecidos no CRAS e cada um possui objetivos específicos e as participantes receberão um material para auxiliá-las durante o curso. O material, desenvolvido em parceria com beneficiárias do Bolsa Família, baseia-se em três eixos: formação de reservas, planejamento financeiro e controle de dívidas.

Na primeira oficina, são entregues os “Cofrinhos da Família”, três cofrinhos de papel destinados a armazenar o dinheiro para despesas do dia a dia, emergências e os sonhos e projetos da família.

Já no segundo ciclo, de planejamento financeiro, as mulheres recebem a “Agenda da Família”, com divisórias e adesivos coloridos que ajudam a visualizar as fontes de renda e os tipos de gastos da família, fazendo uma “fotografia financeira”.

Por fim, na terceira parte da capacitação, as participantes recebem a “Carteira da Família”, kit composto por uma carteira e duas cadernetas. As beneficiárias poderão utilizar as cadernetas para anotar as entradas e saídas de dinheiro, compreendendo as dívidas e evitando a inadimplência.

“Quando iniciamos o trabalho na assistência social nossa meta era fazer com que o CRAS fosse reconhecido pelos munícipes e pudesse auxiliar cada vez mais as famílias a superar suas vulnerabilidades sociais. O fato de termos sido escolhidos para participar de uma capacitação tão relevante demonstra que estamos no caminho certo e que o CRAS está cada vez mais fortalecido”, destacou a secretária Marcela.

“A proposta da metodologia ‘Educação Financeira’ é um desafio para os técnicos do CRAS e, mais do que isso, nos instiga a proporcionar algo bom e relevante para as famílias que é a consciência sobre o consumo. Estamos empenhados para que a iniciativa tenha bons frutos no município. Já vamos dar sequência ao trabalho e em breve nossos beneficiários participarão das oficinas”, finalizou a coordenadora do CRAS, Cristiane.