Home Social Trabalho da política de Assistência Social foi intenso em 2018
Trabalho da política de Assistência Social foi intenso em 2018 PDF Imprimir E-mail
Ter, 08 de Janeiro de 2019 17:30

Patrícia Cavalini

O ano de 2018 foi de muito trabalho para política de Assistência Social de Santa Adélia.

Foram inúmeros serviços, ações, atividades e campanhas oferecidos a população.

Para as crianças e adolescentes o ano contou com campanhas, como o Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que propôs diversas atividades, entre elas a confecção, por parte dos públicos atendidos no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, de uma flor feita com garrafas pet para o marco inicial da campanha. Além disso, foi proporcionado a apresentação de peça teatral, palestras e outras ações. As crianças e adolescentes também tiveram a oportunidade de discutir sobre seus direitos na VI Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Durante as reuniões mensais para o público dos programas de transferência de renda, as crianças ganharam uma atenção especial, o Espaço da Criança, em que as técnicas do CRAS e os adolescentes do Jovens em Ação cuidam e realizam atividades especiais para que os pais possam ter mais atenção aos temas abordados nas reuniões.

As crianças e adolescentes também foram público prioritário nas ações e atividades da Campanha de Prevenção ao uso de Drogas, com foco na prevenção ao uso do álcool.

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Gessy Mora Formigoni promoveu uma semana de atividades para crianças dos Grupos de Fortalecimento de Vínculos de conscientização de combate e prevenção aos focos de criadouros do mosquito Aedes aegypti.

Durante a Campanha do Setembro Amarelo, caixas foram distribuídas nas escolas municipais e estadual. A caixa teve o objetivo de receber dúvidas e desabafos dos adolescentes sobre o assunto. Para trabalhar o tema, o CRAS foi até as escolas falar com os adolescentes e, principalmente, ouvir o que tem a dizer.

Os idosos tiveram oportunidade de participar das tradicionais festas organizadas pelo Fundo Social de Solidariedade, como a festa do Dia das Mães, Festa Junina e Dia dos Pais. O município deu continuidade também as aulas de Pilates, atividade que proporciona o fortalecimento de vínculos comunitários e o envelhecimento ativo e saudável.

Em 2018, foi dado ênfase na integração entre o público que participa das aulas de Pilates e os idosos que estão no Lar dos Velhinhos com duas grandes confraternizações, que promoveram alegria e troca de experiências dos participantes. Além disso, os idosos do Lar dos Velhinhos e os adolescentes do Grupo Jovens em Ação puderam ter momentos de integração importantes para valorização da memória e o respeito à pessoa idosa.

Os idosos do Lar dos Velhinhos e das turmas de Pilates também foram ao cinema em uma divertida tarde com filme, pipoca e refrigerante. “Foi gratificante perceber a gratidão deles quando mencionavam que havia muitos anos que não saiam de casa para ir ao cinema ou quando outros diziam que nunca haviam estado em uma sala de cinema antes”, disse a secretária do Bem Estar Social, Marcela Alvares.

Seguindo a prerrogativa do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), atividades e serviços tiveram atenção especial com a família, em especial os atendimentos do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) e a ação em comemoração ao Dia Da Família, momento de celebrar essa instituição que é a base para a construção de indivíduos fortalecidos socialmente.

A geração de renda e inclusão no mundo do trabalho também foram aspectos pensados pela Assistência Social. Nesse sentido, a população teve oportunidade de participar de cursos de laço em fita, maquiagem, colorimetria e pedraria. Outra oportunidade oferecida à população foram os cursos de Agente Comunitário de Saúde e Auxiliar Administrativo que, além da capacitação profissional, ofereceu bolsa auxílio, auxílio transporte e lanche aos alunos.

A cidade também participou de dois projetos inovadores em 2018: Costurando o Futuro e Natal Espetacular, ambos em parceria com o Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo (FUSSESP). O Costurando o Futuro preparou oito pessoas com experiência em corte e costura para que se aprimorem no trabalho em linha de fábrica. Dessa forma, as participantes confeccionaram 150 kits de uniformes escolares para uma creche municipal. Já o Natal Espetacular, por sua vez, deu ênfase à reutilização de materiais recicláveis para a decoração da decoração de natal do município, os alunos da rede municipal de ensino arrecadaram as garrafas e o Fundo Social organizou toda a decoração com auxílio de colaboradores. “Foram dois projetos maravilhosos, que além de gerarem renda e qualificação profissional, um dos objetivos do Fundo Social, trouxe beleza a nossa praça com a decoração, para celebrar este momento importante como o Natal, e também proporcionou uniformes aos nossos alunos”, finalizou a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Jucieli Costa.