Home Educação Várias celebrações marcam a Semana da Pátria em Santa Adélia
Várias celebrações marcam a Semana da Pátria em Santa Adélia PDF Imprimir E-mail
Seg, 16 de Setembro de 2019 12:24

Semana da Patria 1

Patrícia Cavalini

O Brasil comemorou no último dia 7 o Dia da Independência. E para marcar a data, várias celebrações foram realizadas em Santa Adélia.

As escolas do município realizaram ações todos os dias. Os alunos fizeram apresentações de dança, recitaram poemas, cantaram os hinos Nacional, de Santa Adélia e da Independência, estudaram a importância da data, entre outras dezenas de ações.

Na quinta-feira, dia 5, a escola municipal Adelino Honorato Bertolo recebeu a presidente do Fundo Social de Solidariedade Jucieli Costa, a secretária da Educação Sandra Simon, a secretária do Bem-Estar Social Marcela Alvares, o presidente da Câmara Manoel Carlos Palma (Abacaxi), os vereadores Flávio Pinheiro, Jéssica Guerra e Michel Aranha para a execução dos hinos. Também esteve presente o Sargento Fábio Grimaldi, do Tiro de Guerra de Catanduva, que fez uma palestra aos alunos sobre a importância da cidadania e de se respeitar a pátria.

Na véspera do Dia da Independência, o prefeito Guilherme reuniu os servidores do Paço Municipal para um momento cívico em frente à Prefeitura, com execução dos hinos Nacional e de Santa Adélia.

"Este é um  momento de confraternização e comemoração cívica de grande relevância para todos nós. Nos dias atuais vemos eclodir crises que permeiam o meio político e econômico, resultando no descontentamento de toda a sociedade. Que essa data nos traga a tona com toda força o sentimento cívico e esperança por dias melhores", disse o prefeito Guilherme Colombo da Silva.

"Esta é uma data importante da nossa história e devemos sempre comemorar. Este é um momento cívico muito importante não só para resgatar o civismo como valorizar e apoiar a educação", finalizou o prefeito.

Saiba mais

A Independência do Brasil deu os primeiros passos às margens do riacho Ipiranga, hoje atual cidade de São Paulo. O Príncipe Regente Dom Pedro I gritou "independência ou morte" e a partir desse momento, simbolicamente, o Brasil não era mais uma colônia de Portugal. Estava finalmente estabelecida a Independência do Brasil.

Logo após, o Brasil passou a ser uma monarquia, uma forma de governo em que os poderes eram exercidos por um Imperador.

A primeira nação que reconheceu a independência do Brasil foi os Estados Unidos. Portugal apenas admitiu a independência em 1825, após o pagamento de uma indenização de aproximadamente 2 milhões de libras.

Semana da Patria 2

Semana da Patria 3