Home Saúde Vacinação contra a gripe já começou em Santa Adélia
Vacinação contra a gripe já começou em Santa Adélia PDF Imprimir E-mail
Qui, 18 de Abril de 2019 09:41

Vacinacao Gripe 24

Patrícia Cavalini

Começou no dia 11 de abril, 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza.

Nesta campanha, além de indivíduos com 60 anos ou mais de idade, serão vacinadas as crianças na faixa etária de 6 meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias, as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), os trabalhadores da saúde, os professores das escolas públicas e privadas, os povos indígenas, os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

Nesta primeira etapa, que começou agora e segue até dia 19, a vacinação será prioridade para as crianças de 6 meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias e gestantes e, também ocorrerá a atualização da Caderneta de Vacinação conforme a situação vacinal. A partir do dia 19, até dia 31 de maio, data final da campanha, a vacinação é para todos os grupos prioritários.

Santa Adélia terá que vacinar 5.520 pessoas: crianças até 5 anos: 1.004; gestantes: 142; trabalhadores da saúde: 460; puérperas: 23; idosos: 2.015; comorbidades: 1.745; e professores: 131.

Em relação ao ano passado, houve alteração de duas cepas na vacina. “O Ministério da Saúde não indica a utilização da vacina contra influenza do ano passado, pois não tem a mesma composição, o que faz com que não seja eficaz para proteção”, publicou o Ministério. Cabe lembrar que o vírus da gripe sofre mutações constantes – e sempre há um subtipo que circula mais em determinado ano. Por causa disso, a vacinação anual é imprescindível.

A orientação é que indivíduos que apresentem sintomas de gripe evitem sair de casa, evitem aglomerações e ambientes fechados e adotem hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos. É importante conversar com o médico  para, caso a situação se agravar, buscar apoio rapidamente.

Recomenda-se ainda medidas gerais de proteção, como a constante lavagem das mãos, principalmente antes de consumir algum alimento, e a adoção da etiqueta respiratória, que consiste em cobrir a boca ao tossir ou espirrar. Isso impede a transmissão do vírus. Outra dica importante é não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas.

Dia D

As Unidades Básicas de Saúde de Santa Adélia estarão abertas no sábado, dia 04 de maio, para o dia D da campanha. “Nesse dia as unidades ficam abertas para receber aquelas pessoas que não puderam se imunizar durante a semana. É uma oportunidade para quem trabalha ou quem tem outros compromissos”, disseram as enfermeiras responsáveis.

No dia 4 de maio, ficarão abertos CSII Dr. Benedito de Oliveira Bicudo (Centro); ESF Carlos Palma (Cohab); ESF Eloy Venâncio da Silva (rua Tiradentes); e ESF José Grangeia (Distrito de Botelho), das 8h às 17h.