Home Outras notícias Chuva não ameniza riscos de falta de água

AVISO EMISSÃO NOTA FISCAL ELETRÔNICA!

ATENÇÃO MEI!

O Microempreendedor Individual – MEI – está autorizado para emissão de
Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFSe) neste portal até 02 de abril
de 2023, e após esta data, a emissão será obrigatoriamente realizada no
Portal da NFSe do governo federal, através do endereço:
 https://www.gov.br/nfse/pt-br

Em caso de dúvidas, acesse o link abaixo e assista aos vídeos:
https://www.sebrae.com.br

Chuva não ameniza riscos de falta de água PDF Imprimir E-mail
Ter, 11 de Novembro de 2014 11:18

Economia-agua-2.jpg

 

A última semana trouxe de volta a chuva para a região de Santa Adélia. Mais de 40mm3 foram registrados pelos serviços de meteorologia, mas a quantidade de água, que há muito tempo não era registrada, não ameniza a necessidade de reduzir o consumo. Segundo especialistas, a recuperação da capacidade dos reservatórios e rios só se normalizará em 2016. Enquanto isso, o jeito é mesmo economizar para não faltar.

Várias regiões do Estado de São Paulo estão sofrendo com a falta de chuva e muitas já se deparam com o temido racionamento no fornecimento de água. É o caso das regiões de Campinas, Piracicaba, Limeira e Rio Claro. São Carlos e Descalvado, na região de Ribeirão Preto, também são assombradas pelo risco de faltar água nas torneiras.
Em Santa Adélia ainda não há risco de racionamento graças às medidas tomadas pelo prefeito Marcelo Hercolin (Democratas) nos últimos cinco anos. Poços foram recuperados, reparos em rede foram realizados para acabar com o desperdício na captação e distribuição da água e uma intensa campanha tem sido realizada em todos os meses do ano, o que resultou num impacto significativo para a economia de água no município, graças à atitude dos moradores. "Santa Adélia tinha um dos maiores consumos per capita de toda nossa região, mais de 210 litros por dia para cada morador. Hoje temos um consumo de aproximadamente 160 litros, que poderá ser melhorado, mas que nos deu uma grande ajuda nestes tempos de seca e crise hídrica", avalia o prefeito, que sempre está fazendo apelos para que a população economize água.

Embora a previsão seja de chuvas, inclusive neste domingo, não é permitido baixar a guarda. "A seca que nos atinge, e em várias regiões do país, é apontada como a mais severa dos últimos tempos. Um claro indício de que o clima está mudando nos reservando um futuro bastante incerto no que diz respeito aos efeitos que isto terá sobre nossas vidas. Vamos fazer a nossa parte", propõe Marcelo.

Legenda: Manter as torneiras fechadas evita desperdício de água